Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a utilizar o website, assumimos que concorda com o uso de cookies. Aceito Ler Mais

Congresso Internacional Lugares Pioneiros: ​A Construção das Cidades Globais

Congresso Internacional Lugares Pioneiros: ​A Construção das Cidades Globais
  • Datas29 Março a 31 Março
  • Horas09:00 - 12:00
  • LocalMachico
  • TipoCultura

Congresso Internacional “Lugares Pioneiros”

A Construção das Cidades Globais

Cultura, Religião, Ciência, Inovação e Empatia

29-31 março de 2019 | Machico - Funchal 

 

Dia 29 de Março - Fórum Machico

 

9.00 Credenciais

 

9.30 Sessão de Abertura

 

10.00-10.40 Conferência Plenária

 

Moderador: Cristina Trindade

 

Maria Manuel Baptista - "Lugares pioneiros: em prol de uma geografia

descolonizadora do género"

 

10.40-11.00 – Pausa-Café

 

 

SESSÃO HISTÓRIA E EDUCAÇÃO  I – Sala 1

 

Moderador: Isabel Ponce de Leão

 

11.00 - 11.20 –  Nélson Veríssimo - E tudo começou nos anos 20 de Quatrocentos

 

11.20-11.40 – Cristina Trindade  –  Visitações na Madeira - Registos Pioneiros

 

11.40-12.00 – Isabel Paulina Gouveia  – Vestígios da Primeira Capitania da Expansão Portuguesa

 

12.00-12.20   Cristina Caldeira -A Cidade e o Compromisso Educativo: em defesa dos  saberes tradicionais

 

12.20-12.40 – Rui Carita  – O povoamento da Madeira e do Porto Santo como primeiro passo da Globalização; Lugares Pioneiros e primeiras Aldeias Globais

 

12.40-13.00 DEBATE

 

13.00-14.30 ALMOÇO

SESSÃO LITERATURA E TOPONÍMIA I – Sala 1

Moderador: Regina Brito

14.30-14.50 Isabel Ponce de Leão  "Pioneiros da Literatura Madeirense"

14.50-15.10 – Daniela Marcheschi  Definir o espaço, construir um lugar:  os viajantes italianos na Madeira.

15.10-15.30 – Luísa A. Paolinelli  A fronteira - percursos femininos da literatura madeirense

15.30-15.50 – Naidea Nunes e Thierry Proença dos Santos – Toponímia:  os lugares nos Anais de Machico

15.50-16.10 DEBATE

16.10-16.30  Pausa-Café

 

SESSÃO PIONEIRISMOS VÁRIOS – Sala Biblioteca

Moderador: Alice Mendonça

14.30-14.50 – Maria da Encarnação R. Henriques - Olhão da Restauração e o Algarve

14.50-15.10 – Noémia Simões - Águas Passadas movem moinhos? Museus, bibliotecas e educação para a cidadania global

15.10-15.30 – B. Silva, F. Azevedo, S. Correia - O papel da Galeria Espaçomar na democratização da cultura na escola

15.30- 15.50 Paulo Figueira - A Filha de Tristão das Damas, de João dos Reis Gomes: Machico e Funchal, lugares Pioneiros no início do século XX

15.50-16.10 DEBATE

16.10-16.30 Pausa-Café

 

SESSÃO CIÊNCIA – Sala 1

Moderador: Rui Carita

16.30-16.50 Thomas Dellinger – A importância da Madeira para a Teoria da Evolução

16.50-17.10 Luís Freitas – A importância do arquipélago da Madeira para as baleias e golfinhos – 20 anos de investigação científica do Museu da Baleia da Madeira

17.10-17.30 Hélder Spínola – Madeira: 600 anos de políticas ambientais

17.30-17.50 João Baptista – Heróis do Trabalho do Mar à Montanha – 600 Anos de Engenho e Pioneirismo no Aproveitamento das Dádivas da Natureza

17.50-18.10 Aline Bazenga e Catarina Andrade - Aspetos sociolinguísticos de duas comunidades de fala insulares (Funchal e Machico): resultados de um estudo percetivo e atitudinal

18.10-18.30  DEBATE

 

SESSÃO - GENTES E MEMÓRIAS - Sala Biblioteca

Moderador: Raquel Brazão

16.30-16.50 Gilda Dantas - “Dinâmica demográfica” e “Vazios Urbanos”

16.50-17.10 Alice Mendonça - O Homem no Arquipélago: dos primórdios ao início do século XX

17.10-17.30 José Xavier Dias - Judeus na Madeira

17.30-17.50 Laureano Macedo - Arquivos deslocados? O Caso RAM vs ANTT

17.50-18.10 William Figueira - Nem Luso nem Venezuelano: paradoxos sobre a “identidade luso-venezuelana”

 

18.10-18.30 DEBATE

 

18.40 – Evento Musical

 

Dia 30 de Março – Teatro Baltazar Dias

 

9.00  Credenciais

 

9. 15 Sessão de Abertura dos Trabalhos e Boas Vindas

 

9.30-10.10 Conferência Plenária

Moderador: Annabela Rita

Gilles Lipovetsky – “Cidades Globais-Cidade Educadoras”

 

10.10-10.25   Pausa-Café

 

 

SESSÃO – ARTE – Sala 1

 

Moderador: Nélson Veríssimo

 

10.30-10.50  – Rui Vieira Nery – “A Música e as trocas interculturais do Império Português no Atlântico (séculos XVI-XIX)”

 

11.10-11.30  – Gonçalo Ferreira de Gouveia – As Ilhas no Princípio do Mundo – A estética do eterno Éden:  metamorfoses identitárias, mestiçagem cultural e reencontro da unidade num mundo globalizado

 

11.30-11.50 – Pedro Macedo Camacho - Criação da Primeira Sala de Concertos da Madeira –

Necessidade, Método e Localização

 

11.50-12.10 – João da  Cunha Paredes – Arquitetura Religiosa do Torna-Viagem

 

12.10-12.30 – Rui Campos Matos - Origens do Turismo na Madeira: as Quintas de Aluguer

 

12.30-12.50 – DEBATE

 

SESSÃO – LITERATURA II – Sala dos Espelhos

Moderador:  Thierry Proença dos Santos

 

10.30-10.50 – Celina Martins - O Pulsar dos Lugares e Pessoas do Funchal na Escrita de Irene Lucília Andrade

 

11.10-11.30 – Cláudia Faria - Porto Santo (Um Não) Lugar na literatura de Viagens Estrangeira

11.30-11.50 – Graça Alves - Isto de ser (esta) Ilha (Representações do "poio", lugar de muitos começos)

 

11.50-12.10 – Fernanda de Castro - Madeira, uma ‘espécie de colónia britânica’ (in)civilizada - discursos de poder no feminino

 

12.10-12.30 –  Carlos Barradas  – Um romance histórico madeirense do séc. XIX – O autor, Marceliano Ribeiro de Mendonça, a obra, Gaspar Borges

 

12.30-12.50 – DEBATE

 

 12.50-14.30  – ALMOÇO

 

SESSÃO - IGUALDADE E DIGNIDADE HUMANA – Sala 1

 

Moderador:  Moisés Lemos Martins

 

14.30-14.50 – Ricardo Cabral – Economia e Madeira

 

14.50-15.10 – Mário Fortes - A importância do desenvolvimento das competências sociais e emocionais  nas crianças, utilizando a natureza como aula e aprendizagem experimental como método

 

15.10-15.30 Eduardo Leite - Os desafios económicos do Antropoceno

 

15.30-15.50 – Paulo A. e Castro - Do não-lugar global: ciência low-cost e culturas avulsas

 

15.50-16.10  – Ana B. Mendonça - Madeira e Canárias: Lugares Pioneiros no Combate às Alterações Climáticas?

 

16.10-16.30 DEBATE

 

16.30-16.45 – Pausa Café

 

SESSÃO – HISTÓRIA II – Sala dos Espelhos

 

Moderador:   Isabel Paulina Gouveia

 

14.30-14.50 –  António Brehm -  O saque ao Funchal em 1566 e as suas repercussões

 

14.50-15.10 –  Paulo Perneta - Largo do Pelourinho: da Praça da Vila à Praça da Autonomia – 600 Anos a Desafiar o Funchal

15.10-15.30  – Henrique M. Pereira - O Ovo de Colombo na Madeira – O Património dos Pobres como lugar de inscrição do outro

 

15.30-15.50 Teresa Ruel e F. Ferraz - Podem os subalternos falar? O Contrato de Colonia e o patrimonionalismo na transição democrática na Madeira 

 

15.50-16.10 –  Nulita Andrade - História Contemporânea da Madeira -Os Discursos e atuação política do visconde da Ribeira Brava

 

16.10-16.30 – DEBATE

 

16.30-16.45 – Pausa Café

 

 

SESSÃO - ENCONTROS CIVILIZACIONAIS – Sala 1

 

Moderador:   Luísa Paolinelli

 

16.45-17.05 –  Annabela Rita - Lisboa e Funchal no “rosto” da Europa

 

17.05-17.25 –  Regina Brito - 600 Anos da Expansão da Língua e Construção da Lusofonia – da Madeira até Timor

 

17.25-17.45 –  Paulo Rodrigues - Das relações madeiro-britânicas na construção do contemporâneo – Pontos de confluência num espaço fronteira (sociedade, política e instituições)

 

17.45-18.00 – DEBATE

 

SESSÃO – PIONEIRISMOS VÁRIOS  – Sala dos Espelhos

 

Moderador: Celina Martins

 

16.45-17.05 –  Elisa Seixas - No início "Um lugar em forma de caverna ou de útero"

 

17.05-17.25  – Elaine Prado - A Virtude e a representação da figura feminina em Lucrécia

 

17.25-17.45  – Michael Solares da Silva-  Trabalhar com as imagens de "Brasília" Sophia de Mello B. Andresen

 

17.45-18.00  –  DEBATE

 

CONFERÊNCIAS DE ENCERRAMENTO

 

Moderador:    Daniela Marcheschi

 

18.00-18.30  Liliana Rodrigues  – A dimensão regional da integração europeia

 

18.30-19.00 –  Moisés Lemos Martins - Da Expansão Europeia à Circum-navegação Tecnológica – em busca de uma cartografia lusófona

19.15  Encerramento

 

 

Dia 31 de Março

 

Visita guiada de formação “Das Pequenas às Grandes Casas do Funchal” – Orientação Paulo Perneta

9.30 – Ponto de Encontro (Em frente da Sé do Funchal)

 

9.45 – Início da Visita

(Aconselha-se o uso de calçado confortável)